Literatura

Estruturas de alumínio


“Para atender às necessidades das empresas organizadoras de shows e eventos, onde normalmente o tempo é bastante reduzido, torna-se imprescindível o uso de estruturas leves e modulares, as quais facilitam o transporte, manuseio, montagem e desmontagem. 

Todavia, este conceito de estrutura modular tem levado muitos organizadores, talvez por desconhecerem aspectos técnicos relevantes, amontar suas estruturas de forma errônea ou utilizando produtos executados com materiais de qualidade comercial e portanto, sem garantias de atendimento aos requisitos mínimos exigidos pelas normas internacionais, como a American Welding Society, ESTA e Aluminum Association. Toda estrutura, por mais simples que seja, deve sempre atender a pelo menos dois requisitos básicos: resistência e estabilidade.

Somente um corpo técnico com engenheiros especializados pode dar esta garantia e dar a melhor orientação para a composição de uma estrutura utilizando treliças modulares. Caminhando no sentido de oferecer o melhor serviço, a melhor qualidade e ampla garantia dos seus produtos, a Feeling Structures coloca-se na vanguarda
brasileira em matéria de projeto, engenharia, arquitetura e fabricação de estruturas modulares de alumínio.”

Eng. Hamilton Callegari

Visualmente, as estruturas de alumínio podem parecer iguais. A diferença está no projeto, processo de fabricação e materiais usados, que garantem a resistência e a performance da sua estrutura.

Por isso, a Feeling Structures mostra os pontos importantes e como reconhecê-los, para que sejam exigidos do seu fornecedor na hora da compra. Uma estrutura fabricada da forma correta, garante a segurança física e patrimonial do seu evento.

1 - As treliças de alumínio


A estrutura treliçada foi introduzida nos meios de entretenimento há cerca de 40 anos, e pode ser tecnicamente definida como uma unidade estrutural modular, fabricada com tubos redondos de alumínio soldados.

São usadas para construir estruturas suspensas temporárias, que sustentam e suspendem caixas de som, iluminação e outros equipamentos afins, e possuem como características principais:
  • Excepcional resistência e estabilidade.
  • Sistema de conexão fácil, rápido e prático.
  • Módulos leves, compactos e fáceis de manusear.
  • Eficazes no uso, transporte e armazenamento.
  • Versatilidade em suas possibilidades de aplicação.
Existem diversas formas de seção transversal para as treliças, elas podem ser triangulares, quadradas, retangulares e planas, entre outras.

2 - O material alumínio


O alumínio é considerado um material nobre, conferindo qualidade e modernidade aos produtos no qual é utilizado. Com aproximadamente 1/3 da densidade do aço, os limites de escoamento das ligas estruturais são semelhantes aos do aço comum, o que permite construir estruturas resistentes, mais leves e fáceis de manusear.

Liga estrutural e Têmpera

Liga é o resultado da adição de pequenas porcentagens de elementos químicos ao alumínio, como o silício, manganês, cobre, cromo e outros, resultando em um material com propriedades físicas e mecânicas de melhor qualidade e maior resistência. Entre os vários elementos que formam ligas como alumínio, poucos produzem propriedades aceitáveis. O alumínio também adquire propriedades específicas de dureza e flexibilidade com o uso de tratamentos térmicos, frios ou quentes, ou pela combinação de ambos (têmpera).

Existem inúmeras combinações de ligas e tratamentos térmicos. Alguns tipos de liga não permitem esses tratamentos, causando danos estruturais ao alumínio,
descaracterizando suas propriedades estruturais.

A Feeling Structures utiliza ligas estruturais e têmperas adequadas para uso estrutural, e controla esse material desde a compra da matéria-prima, até sua distribuição no mercado.

Solda

Solda é uma substância metálica e fusíve lusada para ligar peças também metálicas. Assim como a liga usada, a solda é outro ponto muito importante para a estabilidade de
uma estrutura, já que é a soldagem que faz a ligação entre os tubos da estrutura. Se não for feita corretamente, a transmissão de forças e a capacidade de carga serão diretamente afetadas.

A soldagem do alumínio é muito diferente da soldagem do aço, e existem mais restrições, como o material de adição, e opróprio soldador, que deve ter um certificado de qualificação, que garanta seu conhecimento dos procedimentos para a execução correta.

O perfil de liga de alumínio, quando submetido à soldagem, tem suas características mecânicas reduzidas sensivelmente, e somente através de uma competente análise de engenharia é possível determinar a capacidade real de uma treliça de alumínio.

A Feeling Structures possui um departamento de engenharia que analisa e estuda permanentemente as estruturas fabricadas por ela, com o respaldo de um competente departamento de controle de qualidade, que define previamente todas as etapas (tipo de solda, ângulo e processoa ser seguido).

Segue também, além das normas nacionais, a norma AWS D1.2 da American Welding Society e realiza ensaios de suas estruturas em laboratórios altamente credenciados, visando a comprovação dos resultados obtidos na análise estrutural. 

Controle de qualidade da solda

O controle de qualidade da soldagem é necessário, primeiramente, para assegurar que operadores, procedimentos e equipamentos sejam capazes de produzir soldas que atendam as exigências de códigos e normas e garantir que esta qualidade seja mantida durante a produção.

É uma associação de responsabilidades das pessoas envolvidas com a operação de soldagem. Ela começa com a armazenagem adequada e proteção do material de produção e  terminacom um produto final confiável.

3 - Normas


Norma é um documento técnico que fixa padrões reguladores, visando garantir a qualidade do produto industrial, a racionalização da produção, transporte e consumo de bens, a segurança das pessoas, a uniformidade dos meios de expressão e comunicação, etc.

Dessa forma, onde existem normas, o cliente tem parâmetros para verificar a qualidade e garantia do que está comprando. Sem a normatização, não é possível obter a qualidade nos vários processos envolvidos. 

A Feeling Structures concentra esforços permanentes para melhorar a qualidade de seus produtos e reduzir seu custo final, e segue normas brasileiras e internacionais. Também faz parte de duas associações americanas da área de entretenimento: a ESTA e a USITT.

A ESTA - Entertainment Services & Technology Association, foi formada em1987, por profissionais da área do entretenimento, para discutir e partilhar suas experiências e conhecimentos. Atualmente sua missão é promover, representar e intensificar o interesse dos membros e da indústria na área de entretenimento, buscando profissionalizar e normatizar o mercado. Para isso a ESTA criou normas para estruturas treliçadas de alumínio, reconhecidas pela American Standard, que hoje a Feeling Structures segue em sua fábrica.

A empresa empenha-se em implantar essa e outras normas ligadas ao mercado de entretenimento no Brasil, com a intenção de aumentar e garantir a qualidade de produtos e serviços, para que não existam mais riscos.

O conjunto LIGA + SOLDAGEM + NORMAS é apenas oponto de partida para a obtenção de umproduto confiável.

4 - Engenharia


A estrutura de alumínio para ser economicamente competitiva, tem que ser leve e resistente, e para isso, são necessários cálculos estruturais apurados, levando em consideração as cargas, os vãos a serem usados, o tipo de estrutura e as características especificas do material.

A Feeling Structures possui um departamento de engenharia com engenheiros, projetistas e desenhistas habilitados. Desse departamento saem as diferentes linhas de estruturas, os memoriais de cálculos, tabelas de cargas, projetos especiais e todas as informações necessárias para o seu dia a dia de montagem mais seguro.

Sempre que você tiver alguma dúvida sobre as suas estruturas (cargas, montagem, inspeção), esse departamento de engenharia poderá auxiliá--lo, pois mantém um arquivo completo e atualizado de seus produtos, com os respectivos memoriais de cálculos, efetuados por um software reconhecido e utilizado em todo o mundo pelas empresas que utilizam alta tecnologia em seus produtos.

A Feeling Structures alerta aos usuários de estruturas similares que exijam de seus fornecedores comprovação de cálculos e análises estruturais, assim como o registro da empresa junto ao CREA.

Diferenças de Linhas

A Feeling Structures fabrica diversas linhas de estruturas, que devem ser usadas conforme a necessidade de carga exigida.

Para a escolha da linha que terá o melhor custo/benefício, você deve saber:

Qual a carga/peso de equipamentos previsto?
Qual o tamanho do vão onde será aplicada essa carga?

Com essas informações em mãos, é necessário verificar a tabela de cargas e então decidir qual a linha que oferece o melhor desempenho.

Tabelas de cargas

Cada linha de estruturas da Feeling Structures tem uma tabela de cargas elaborada pelos seus engenheiros, que vai mostrar o quanto você pode colocar de carga/peso em determinado vão.

O vão livre e capacidade de carregamento são dois fatores inseparáveis. Quanto maior o vão, menor é a capacidade de carga da treliça, e vice- -versa, quanto maior a carga desejada, menor é o vão admissivel.
 
Por isso, as tabelas de carga fornecidas devem ser obedecidas. Qualquer valor de carga ou vão diferente dos valores tabelados deverão ser analisados pela nossa engenharia.

Se você já é cliente da Feeling Structures, consulte-nos a respeito da tabela de carga referente a sua linha de estrutura e do suporte técnico.

Fadiga do material

Fadiga do material é a diminuição gradual de sua resistência, por efeito de solicitações repetidas com a alternância de esforços. A montagem e desmontagem influenciam no comportamento futuro de uma estrutura.

Por isso, a Feeling Structures usa materiais de alta resistência, como alumínio de liga estrutural e parafusos de alta resistência, que aumentam a vida útil do produto e minimizam as trocas de materiais.

A inspeção e verificação periódica de estruturas e parafusos, asseguram uma melhor performance e a segurança do seu evento.

5 - Responsabilidade técnica


Todo fabricante de estruturas metálicas deve, obrigatoriamente, ser cadastrado junto ao CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia), que fiscaliza as empresas e verifica se existe um engenheiro responsável pelos seus produtos e projetos.

Esse profissional é quem garante a qualidade e a veracidade de informações como: memoriais de cálculo; tabela de cargas; projetos; etc.

Também toda montagem, deve ser acompanhada por um responsável técnico, com inscrição no CREA, que deve emitir a ART(Anotação de Responsabilidade Técnica), e fiscalizar todo o processo de montagem, conforme as orientações contidas nos manuais de cálculo, fornecidos pelo fabricante. Esse acompanhamento garante a integridade estrutural de seu projeto. 

Vale lembrar que existe uma ART para projeto e outra ART para a montagem. A Feeling Structures somente emite ART para projetos especiais, calculados pelo seu departamento de engenharia.

6 - Fabricação


A fabricação de uma estrutura deve seguir rigorosamente todas as normas existentes e respeitar as características do material em relação ao uso.

Se esses procedimentos não forem considerados, o alumínio estará sendo usado inadequadamente, comprometendo esteticamente e estruturalmente o produto.
Conhecer a fábrica de seu fornecedor é importante para a avaliação de um produto, e para saber se todos os procedimentos necessários para a segurança estão sendo seguidos. Essa visita é recomendada pela norma ISO.


7 - Rastreabilidade


Para atender as normas existentes, a Feeling Structures adotou um código de rastreabilidade que acompanha cada estrutura, o que possibilita rastrear todo material que entra e sai da fábrica.

Ou seja, se você tem um problema com sua estrutura, e ela foi usada conforme as recomendações dofabricante, pode ser um problema do material. Através desse código de rastreabilidade é possível saber quando a estrutura foi fabricada, qual o material usado, de qual lote, e até mesmo, qual o soldador que executou o trabalho.

A rastreabilidade conta a seu favor, pois você sempre poderá saber e confirmar os procedimentos e materiais usados na fabricação.

8 - Confiabilidade


Todos os pontos anteriores precisam estar baseadas na confiabilidade do seu fornecedor. É um direito seu verificar se essas garantias existem, como foram feitas as tabelas de cargas apresentadas, se existe uma equipe capacitada para a fabricação e se todas as normas são seguidas.